Análise: Criado por brasileiros, ‘Tetragon’ é um game com bonito design e desafiador nos puzzles

Imagine um mundo 2D dentro de um cenário quadrado, com torres, árvores e arbustos. Alguns desses arbustos se tornam mágicos em um determinado momento, e permitem que você literalmente gire a terra em até 90 graus, e as torres também passam a ser móveis, com o poder de aumentar ou diminuí-las dado a você.

Esse é um pouco do resumo do novo game brasileiro Tretagon. Desenvolvido pelo Cafundó Estúdio Criativo, o jogo indie nacional foi lançado em 12 de agosto. A gameplay é toda baseada em enigmas e quebra-cabeças, dividida em algumas fases, que vão sendo desbloqueadas conforme se vai resolvendo os “puzzles” anteriores. Alguns “perigos” também aparecem no caminho para tentar atrapalhar a jornada.

O objetivo de cada fase é chegar a um portal que leva a um outro universo, com mais um quebra-cabeça, e encontrar em quais deles estão as partes que compõem a joia tetragen. O personagem principal é um pai que tenta reconstruir a joia que comanda esse universo mágico com o intuito de resgatar seu filho.

Um detalhe interessante é que o jogo deixa exposto para o jogador o tempo em que cada fase foi completada. É possível refazer cada uma delas, para tentar bater o próprio recorde de duração. Esse ponto traz à tona algo fundamental no game, que é a fluidez em que se consegue fazer cada atividade para resolver os puzzles.

As três primeiras fases são um pouco mais tranquilas, mas a partir da quarta, o raciocínio rápido e a habilidade tem que aparecer mais. Há que se tomar cuidado pois após uma decisão errada, como uma torre em um nível errado ou o ângulo que o cenário foi girado, até é possível se recuperar, mas fica mais complicado.

O design pode não ter gráficos de grande porte, mas é bonito e intimista. A paleta de cores passa muito bem o clima de cada parte do jogo, assim como a trilha. São detalhes que fazem você se imergir no que está acontecendo.

Para quem curte jogos indie e uma gameplay de “puzzles”, vale a pena conferir o novo game e ainda de quebra valorizar o desenvolvimento de games nacional.

Gustavo Cipriano , Observatório de Games.

Fonte: Observatório de Games.

sex, 19 nov 2021 15:33:49 -0300

No comments

Deixe uma resposta

Publicidade

Publicidade

Jogos!

Buscador – Encontre tudo que precisa na Internet!