Riot Games pagará 25% do salário a quem pedir demissão

A Riot Games pagará a qualquer funcionário 25% de seu salário anual se ele se demitir agora! Quando aplicável, os funcionários que aceitarem a oferta receberão três meses de benefícios de saúde subsidiados e não perderão os próximos bônus. Segundo a empresa, ela não está tentando cortar custos diminuindo seu número de funcionários, de acordo com o CEO Nicolo Laurent, que disse ao Business Insider que é o oposto que está acontecendo.

“Estamos tentando expandir o negócio”, disse ele. “Só queremos ter certeza de que temos a equipe certa de pessoas altamente motivadas.” Essa equipe deve aceitar o plano de cinco anos da Riot, que Laurent explica em uma postagem no blog com várias declarações desconcertantes, como “nossos jogos trabalharão juntos para continuar ouvindo os jogadores”.

A essência é que a Riot está se reestruturando, mudando seu modelo de remuneração (e dando equidade aos funcionários de alguma forma), abrindo novos estúdios e trabalhando em novos jogos e outras mídias. A Riot também exigirá que os funcionários voltem a trabalhar em um escritório por três dias por semana em algum momento no futuro.

Quanto ao eventual retorno aos escritórios, Laurent disse ao Business Insider que estar no escritório é “significativamente melhor” para “trabalho criativo que requer muitos conjuntos de habilidades e colaboração diversos”. Os funcionários que, durante a pandemia, se afastaram demais dos escritórios da Riot para se deslocar aparentemente deverão se mudar ou aceitar a oferta da empresa.

E se não aceitarem?

Laurent disse também ao Business Insider que apoiar esses funcionários enquanto encontram um novo trabalho faz parte do objetivo do programa e que alguns vão sair com ou sem cheque. O programa de “demissão” para funcionários da Riot que querem sair já existia de forma mais limitada. Chama-se Queue Dodge e permite que as contratações recentes da Riot que não estão se adaptando ao trabalho saiam com 10% de seu salário anual até US $ 25.000. Para janeiro, a Riot está aumentando temporariamente o pagamento e expandindo-o para todos os funcionários, sejam ou não contratados recentemente.

“Ninguém deve sentir pressão para ficar ou sair da Riot”, escreveu Laurent. “O que quer que eles escolham é a decisão certa para eles. Se eles estão empolgados com o que vem a seguir e querem ficar na Riot, isso é ótimo. Se eles estão hesitando e este pacote facilita a saída deles, tudo bem também.”

Via: Business Insider/PC Gamer/Riot Games

Alan Uemura , Observatório de Games.

Fonte: Observatório de Games.

qua, 12 jan 2022 12:41:55 -0300

No comments

Deixe uma resposta

Publicidade

Publicidade

Jogos!

Buscador – Encontre tudo que precisa na Internet!