The Witcher: Papel de Geralt sofrerá um forte impacto na próxima temporada

Nesta semana a CD Projekt Red revelou seu mais novo projeto: um novo jogo de The Witcher, que em seguida também foi informado que não se chamará The Witcher 4. Este anúncio causou ondas na comunidade, e os fãs estavam ansiosos para discutir o que o novo título poderia trazer para a já popular série de jogos e uma discussão girou em torno do protagonista do jogo.

A história de Geralt foi mais ou menos concluída no final do The Witcher 3, então muitos fãs pensaram que um novo jogo apresentaria um personagem principal diferente. Isso é ainda mais apoiado pelo anúncio da CD Projekt Red, pois comercializou o próximo título The Witcher como uma “nova saga”. Por isso, vale a pena perguntar se será capaz de acompanhar um protagonista igualmente forte.

Protagonista “mais forte”

Os três primeiros jogos da série The Witcher tiveram Geralt de Rivia como protagonista principal – um personagem com uma história de fundo que explicava seus medos e motivações. Este é especialmente o caso dos fãs de The Witcher que também lêem a série de livros. Além disso, o treinamento de Geralt como Witcher o tornou mais poderoso do que as pessoas comuns, permitindo que o jogador atravessasse o mundo do jogo sem temer pela vida de Geralt (pelo menos, na maioria das vezes).

Finalmente, a personalidade inexpressiva de Geralt e a propensão ao sarcasmo criaram algumas sequências de diálogo agradáveis. No geral, Geralt é um protagonista atraente, e é por isso que muitos jogadores da série original acharam os jogos tão agradáveis. Apesar das múltiplas rotas e finais dos jogos, Geralt permanece consistente em sua caracterização.

Em outras palavras, a escolha do jogador não tirou o personagem de Geralt , mas, pelo contrário, foi construído sobre ele. É esse equilíbrio entre a personalidade do protagonista e a escolha do jogador que fez de Geralt um personagem tão divertido de interpretar – um que se encaixa muito bem no mundo de fantasia de The Witcher.

Isso não quer dizer que jogos com personagens principais silenciosos ou “lousas em branco” sejam ruins. Pelo contrário, os protagonistas de jogos como Skyrim e BioShock trabalham de forma excelente em seus respectivos títulos. No entanto, no caso de The Witcher, pode-se argumentar que um personagem com um histórico detalhado e sua própria voz provou funcionar de forma excelente em um mundo de jogo tão vasto e complexo quanto o Continente.

Caso em questão, os relacionamentos previamente estabelecidos de Geralt com personagens como Yennefer, Triss, Dandelion, Dijkstra e Emhyr permitem que os desenvolvedores girem uma narrativa complexa e fascinante. Portanto, pode valer a pena emular essa mesma fórmula na próxima saga da franquia para apresentar um novo protagonista que já tem história de fundo e história na série.

Isso permitiria aos desenvolvedores criar outra história interessante, com base em laços e eventos já estabelecidos dos jogos anteriores. Existem alguns candidatos dos antigos jogos Witcher para escolher, assim como seguir outras mídias.

Netflix?

Por que não? As duas temporadas da série baseada nos livros da Netflix fizeram um tremendo sucesso. Assim como a animação The Witcher: Lenda do Lobo. E a chegada de mais uma nova série, esta totalmente inédita, The Witcher: Blood Origin, trará personagens realmente interessantes e – espera-se – tão carismáticos quanto Geralt.

Um novo jogo mostrando as aventuras de um jovem Vesemir, teria um impacto formidável entre os fãs, assim como uma narrativa que envolva Blood Origin, que acontecerá 1200 anos antes das aventuras conhecidas nos livros, jogos e principalmente da série.

Mas isso tudo são especulações e devemos esperar por mais informações. Até lá, quem você escolheria?

Via: Game Rant/Redanian Intelligence

Alan Uemura , Observatório de Games.

Fonte: Observatório de Games.

sex, 25 mar 2022 10:25:41 -0300

No comments

Deixe uma resposta

Publicidade

Publicidade

Jogos!

Buscador – Encontre tudo que precisa na Internet!