Time russo de eSports faz gesto de apoio à guerra durante partida e é banido de competição

O jogador russo de Dota 2, Ivan ‘Pure’ Moskalenko e o resto do time Virtus.pro foram banidos da qualificação do Leste Europeu para o ESL One Stockholm Major, após Ivan ser visto desenhando a carta ‘Z’, um símbolo visto como apoio à invasão russa na Ucrânia.

O revoltante fato aconteceu no primeiro jogo das semifinais da chave superior do time contra a Mind Games, outro grupo que inclui notavelmente dois jogadores da Ucrânia. Durante uma pausa no game, Pure, que está indicado pela cor rosa no vídeo abaixo, usou uma função do jogo que permitia aos jogadores desenhar no minimapa para fazer a letra Z.

Após terminar o desenho, seus companheiros de equipe rabiscaram a carta, no que parecia uma medida desesperada para tentar encobrir o erro. Porém, foi tarde demais. Antes e durante a invasão da Ucrânia pela Rússia, a letra Z foi vista pintada em tanques russos e outros veículos militares.

Veja o momento que o jogador desenhou a letra:

Fato é que independentemente do significado real, a letra Z já se tornou um símbolo de apoio à invasão russa, tanto dentro do próprio país quanto além de suas fronteiras. Pure chegou a dizer que seu desenho aconteceu ‘por acidente’. “Houve uma longa pausa no jogo, os caras e eu estávamos conversando e desenhando no minimapa. tudo aconteceu por acaso. Paz a todos”, disse Pure.

A Mind Games, que perdeu a partida, acabou recebendo uma vitória por desistência, e todas as outras futuras partidas que a lista de VP jogaria também foram perdidas. Agora, o time adversário está nas finais da chave superior do torneio. Até o momento, VP e Pure não fizeram comunicados sobre a desclassificação.

Via: Kurt Lozano/Yahoo News

Karla Sthefany , Observatório de Games.

Fonte: Observatório de Games.

seg, 02 maio 2022 18:24:52 -0300

No comments

Deixe uma resposta

Publicidade

Publicidade

Jogos!

Buscador – Encontre tudo que precisa na Internet!