Prisão de hacker da Nintendo e multa de milhões foi só um aviso da empresa

Não é nenhum segredo que a pirataria é sempre um assunto quente nos videogames, principalmente com jogos que ainda estão disponíveis para venda nos canais oficiais. Hackear videogames por muitas razões geralmente leva a uma resposta severa das corporações, com um japonês preso por vender Pokémon hackeado para outros jogadores.

A Nintendo é particularmente agressiva quando se trata de lidar com qualquer um que saia da linha de suas propriedades protegidas por direitos autorais. Às vezes, isso significa emitir ordens de cessar e desistir para os jogadores criarem suas próprias versões de fãs ou continuações de jogos, mas no caso de um homem vendendo versões piratas de títulos da Nintendo, a punição foi mais severa, e isso foi muito intencional.

Gary Bowser

O caso gira em torno de um homem chamado Gary Bowser, sem relação com o Bowser de Mario ou Doug Bowser que trabalha para a Nintendo. Bowser foi considerado culpado de piratear títulos da Nintendo e condenado à prisão. Ele enfrenta um pouco mais de três anos de prisão, bem como uma multa enorme de 15 milhões de dólares.

Se isso soa excessivo, é porque foi planejado: o advogado da Nintendo, Ajay Singh, deixou claro que a sentença pretendia enviar uma mensagem a possíveis malfeitores. Segundo Singh, a Nintendo leva a venda de seus videogames mais a sério do que qualquer outra coisa, o que faz muito sentido. Como tal, a empresa quer reduzir ao máximo os piratas, e a sentença muito pública de Bowser oferece a oportunidade de dissuadir outros de fazer o mesmo.

Originalmente, a Nintendo queria que Bowser cumprisse uma sentença de cinco anos, mas o juiz o sentenciou a 40 meses. O juiz do caso deixou claro que os cúmplices de Bowser, ainda em liberdade, provavelmente receberão sentenças ainda mais longas.

Atualmente, Bowser cumpriu 16 meses de sua sentença de 40 meses, com quase um terço do tempo gasto em confinamento total devido ao COVID-19. Naquela época, devido a não poder tratar uma condição da perna, Bowser teve que se mover pela prisão em uma cadeira de rodas.

Ao ouvir Bowser e seu advogado, a sentença foi muito adversa à sua saúde até agora, e isso provavelmente continuará sendo o caso. Além disso, Bowser provavelmente pagará à Nintendo por anos, considerando que sua empresa de pirataria não faturou nada perto de US$ 15 milhões. Embora uma dura repressão à pirataria seja compreensível, essa punição em particular pode diminuir muitas opiniões sobre a Nintendo.

Afinal, muitos hacks de jogos da Nintendo, como o crossover Super Mario 64/Guilty Gear, são amados. No entanto, há uma enorme diferença entre um simples hack como este e o crime de Bowser, algo que é importante ter sempre em mente.

Via: Game Rant/Axios/Nintendo

Alan Uemura , Observatório de Games.

Fonte: Observatório de Games.

qua, 08 jun 2022 11:44:49 -0300

No comments

Deixe uma resposta

Publicidade

Publicidade

Jogos!

Buscador – Encontre tudo que precisa na Internet!