Após sucesso de Sonic, mais jogos da Sega estão para chegar nas telas do cinema

Demorou para que as adaptações de jogos ganhassem versões – reais – com qualidade. Durante anos os títulos preferidos dos fãs como Super Mario foram piadas, com versões totalmente ridiculas que chegaram as telas. E como esquecer de outros sucessos como Street Fighter, Tekken, House of the Dead e assim por diante?

Mas isso tem mudado. A indústria de jogos ganhou status de gigante, graças aos seus lançamentos que ultrapassam várias sifras de outros blockbusters cinematográficos, deixando inclusive muitas produções no chinelo, principalmente no quesitivo roteiro. Adaptações como Unchated mostram que trazer grandes nomes para a versão do jogo do PlayStation, é mais do que apostar no retorno junto aos fãs.

Isso comprova que diferente das versões vergonhosas do passado – que também tiveram grandes atores – as produtoras atuais estão percebendo – como demoraram – que se é para adaptar, que faça corretamente! E isso é comprovado com um dos maiores clássicos da SEGA, Sonic the Hedgehog, que trouxe milhões para os cofres em bilheterias.

Lógicamente, a SEGA não irá parar por aí. Com o sucesso do Sonic, e a confirmação com data do terceiro filme do ouriço azul, a empresa já está considerando adaptar mais dois clássicos para as telas. Os jogos em si seriam Space Channel 5 e Comix Zone, tanto que alguns conceitos para a adaptação já foram alinhados, segundo o The Hollywood Reporter.

Space Channel 5 é um jogo de música de 1999 desenvolvido pela United Game Artists, dirigido por Tetsuya Mizuguchi e distribuído pela Sega. O objetivo deste jogo é copiar passos de dança realizados pelo jogo. Em Space Channel 5 devemos controlar Ulala, a protagonista do jogo. A obra também teve uma sequência: Space Cannel 5: Parte 2.

Já Comix Zone é um jogo de 1995 do gênero beat’em up, desenvolvido originalmente pela Sega para o Mega Drive. Uma característica incomum do jogo é que ele se passa dentro dos quadros de uma história em quadrinhos, com diálogos representados por balões de fala e sprites e cenários com as cores e o estilo de desenho dinâmico de uma história de super-heróis.

O estilo já fora usado anteriormente em jogos eletrônicos, como por exemplo em Batman: The Caped Crusader, jogo de 1988 da Ocean Software, mas Comix Zone desenvolveu a ideia a tal ponto que a Sega solicitou e obteve uma patente para um “Sistema de criação de jogo eletrônico que simule uma história em quadrinhos”. O conceito do jogo se originou de um vídeo de demonstração animado por Peter Morawice para o Commodore Amiga intitulado “Joe Pencil Trapped In The Comix Zone“. O vídeo foi feito em 1992, exibindo como os elementos de jogabilidade e quadrinhos se mesclariam.

Ainda não existe nenhuma confirmação sobre quando estes jogos podem chegar nas telonas, apenas que parece estarem na fase de projeto. De acordo com publicação no Twitter, a SEGA está se unindo à Picturestart, uma empresa de mídia criada por Erik Feig, que atualmente está trabalhando em outra adaptação dos jogos, no caso o filme Borderlands.

Vale lembrar que um filme live-action de Yakuza está programado para ser lançado ainda este ano.

Via: SEGA/Twitter

Alan Uemura , Observatório de Games.

Fonte: Observatório de Games.

seg, 22 ago 2022 08:58:41 -0300

No comments

Deixe um comentário

Publicidade

Publicidade

Jogos!

Buscador – Encontre tudo que precisa na Internet!