Call of Duty permanecerá no PlayStation, reafirma Phil Spencer do Xbox

O Xbox está comprometido em manter Call of Duty no PlayStation e em outras plataformas se e quando o acordo da Activision for fechado. No início deste ano, a Microsoft fez um anúncio bombástico com a maior aquisição da história da indústria de jogos. A gigante da tecnologia confirmou que compraria a Activision por US$ 70 bilhões, o que significa que Call of Duty, Overwatch, World of Warcraft e toneladas de outras grandes franquias e desenvolvedores de primeira linha se tornariam propriedade própria do Xbox.

A preocupação imediata de alguns era que isso significaria que Call of Duty se juntaria a Halo como exclusivo do Xbox. Logo após a notícia da aquisição, Phil Spencer, chefe do Xbox, observou que a Microsoft pretendia honrar os acordos existentes da PlayStation com Call of Duty em relação a acordos de marketing e outros enfeites.

No entanto, alguns sentiram que isso não era definitivo o suficiente para descartar que Call of Duty se tornasse um exclusivo do Xbox eventualmente. Em uma nova postagem no blog, Phil Spencer esclareceu o acordo com a Activision. No post, ele falou sobre como franquias como Call of Duty estarão no Xbox Game Pass no futuro, entre outras coisas.

Uma das outras conclusões importantes foi que Spencer disse que o Xbox está “comprometido” em disponibilizar as mesmas versões de Call of Duty no PlayStation no mesmo dia em que for lançado nas plataformas Xbox. Spencer até mencionou como isso pode ser benéfico, observando como o Minecraft teve enorme sucesso em outras plataformas fora do Xbox.

“Ouvimos dizer que esse acordo pode tirar franquias como Call of Duty dos lugares onde as pessoas atualmente as jogam”, escreveu Spencer. “É por isso que, como dissemos antes, estamos comprometidos em disponibilizar a mesma versão de Call of Duty no PlayStation no mesmo dia em que o jogo for lançado em outros lugares. Sabemos que os jogadores se beneficiam dessa abordagem porque fizemos isso com o Minecraft, que continua disponível em várias plataformas e se expandiu ainda mais desde que a Mojang ingressou na Microsoft em 2014. À medida que estendemos nossa loja de jogos para novos dispositivos e plataformas , garantiremos que o façamos de uma maneira que proteja a capacidade dos desenvolvedores de escolher como distribuir seus jogos.”

A PlayStation já havia levantado preocupações sobre a aquisição da Activision pelo Xbox, observando o quão grande e importante Call of Duty é como uma franquia. O detentor da plataforma rival afirmou que o acordo poderia levar os jogadores a jogar no Xbox porque é dono do Call of Duty. Se a declaração de Spencer serve como um contraponto a isso está em debate, mas certamente oferece uma posição mais definitiva sobre o assunto.

Via: ComicBook/Xbox

Alan Uemura , Observatório de Games.

Fonte: Observatório de Games.

sex, 02 set 2022 11:09:06 -0300

No comments

Deixe um comentário

Publicidade

Publicidade

Jogos!

Buscador – Encontre tudo que precisa na Internet!