Dona do League of Legends irá demitir mais de 500 funcionários e encerrar Riot Forge

Observatório de Games.

As demissões se tornaram uma tendência infeliz nos videogames no ano passado e, infelizmente, não parece que essa tendência irá parar em 2024. Ontem (22), a desenvolvedora de League of Legends, Riot Games, anunciou que está demitindo mais de 500 membros de sua equipe em todo o mundo que representa 11% do seu quadro de pessoal total, constituindo um corte substancial que provocará todo o tipo de remodelações na empresa.

Isso também significa que a Riot Forge, o braço editorial da empresa que tem trabalhado com estúdios externos em jogos de menor escala usando a propriedade intelectual da Riot, será encerrado após o lançamento de Bandle Tale. Em uma declaração compartilhada publicamente com a comunidade da Riot Games, o CEO Dylan Jadeja abordou as demissões e explicou como será o caminho a seguir para as muitas propriedades do estúdio.

Para constar, Jadeja incluiu um detalhamento completo do pacote de indenização que os funcionários receberão, demonstrando um nível de transparência que às vezes não é demonstrado em situações como essa. Jadeja explicou detalhadamente como a Riot Games chegou a essa posição, dizendo que desde 2019, eles “[dobraram] o tamanho da Riot em apenas alguns anos”.

Em parte por causa disso, a empresa tem “muitas coisas em andamento”. Para esse fim, os líderes do estúdio decidiram que precisam reduzir as coisas porque a direção atual era “insustentável”. Jadeja disse: “Temos que fazer mais para focar nossos negócios e centrar nossos esforços nas coisas que geram maior valor para o jogador – as coisas que realmente valem o tempo dos jogadores. Infelizmente, isso envolve fazer mudanças na área onde investimos a maior parte – nosso quadro de funcionários.”

O CEO disse que a mudança não está sendo feita “para apaziguar os acionistas ou atingir algum número de lucros trimestrais”. Em vez disso, a Riot acredita que é uma “necessidade” “manter um foco de longo prazo para os jogadores”.

Mais uma vez, para seu crédito, a equipe está oferecendo um pacote substancial de indenização como parte dessas demissões. Jadeja disse que eles querem “fazer o nosso melhor para garantir que estamos tratando os Rioters com respeito e graça”. Isso inclui seis meses de salário, benefícios de saúde e várias outras opções que deverão ajudar os funcionários a fazer a transição.

Via: ComicBook/X/Riot Games

Alan Uemura , Observatório de Games.

Fonte: Observatório de Games.

ter, 23 jan 2024 13:30:00 -0300

Jogue agora!

Veja as últimas noticias!

9708

Publicidade