Atlético Goianiense contrata Alejo e marketing do clube não resiste à referência

Observatório de Games.

Algumas vezes, a profissão de social midia – o profissional que cuida de redes sociais – rende oportunidades de trocadilhos e referências ímpares, e a que aconteceu no final de 2023 para o profissional do Atlético Goianiense foi uma verdadeira bola quicando na pequena área.

Isso porque o clube goiano, que ainda comemora a subida para a divisão de elite do futebol brasileiro, anunciou a contratação de Alejo Cruz (23), meia uruguaio que estava no Danúbio, também do mesmo país.

Não demorou muito para que alguém do marketing do clube ligasse os pontos para perceber estar diante de uma chance ímpar de conectar o nome do uruguaio ao seu xará lendário, o assombroso personagem fictício da franquia International Super Star Soccer, um clássico do Super Nintendo, feito em 1994. Caso você não seja desse tempo, abaixo você pode conferir alguns golaços do cultuado jogador desse simulador de futebol:

Assim que a contratação do Allejo da vida real foi confirmada, o perfil do Atlético trabalhou rápido com as montagens, e o resultado foi esse abaixo:

“¡ES DEL DRAGÓN! É DO DRAGÃO! O meia-atacante Alejo Cruz (23 anos) é mais uma novidade internacional do Atlético Goianiense para temporada. O uruguaio se destacou pelo Danubio e chega ao Dragão com contrato até o final da temporada 2024. Nome de craque…do videogame! 😅🎮✍️” diz a postagem original, que pode ser conferida aqui.

Repercussão

A postagem já está entre as mais curtidas do clube, e muitos internautas que captaram a referência reagiram ao conteúdo. confira alguns prints:

Allejo da vida real é outro craque

Embora Allejo seja um nome fictício, sua aparência foi inspirada em um dos craques reais do Brasil: o tetracampeão Bebeto, que estava no auge de sua carreira quando o jogo foi lançado. O baiano e outros jogadores famosos da época tiveram suas imagens replicadas nos craques pixelados, mas nunca tiveram seus nomes diretamente ligados aos personagens, por conta de questões de direitos autorais.

Diante disso, a solução da Konami, desenvolvedora do game, foi dar aquela improvisada e trocar os nomes por algo que despistasse esse fato, que só foi confirmada oficialmente anos depois, em 2019.

Curiosamente, Romário (eleito melhor jogador do mundo naquele ano) também ganhou uma atribuição no game, respondendo por Gomez, mas foi Allejo quem ficou mais parecido e habilidoso no jogo, e com isso, caiu nas graças dos jogadores de videogame, gerando um culto que até hoje rendem de memes a camisetas.

“Meu pai viu Pelé. Eu vi Allejo”: Até hoje, camisetas com a referência de Allejo podem ser encontradas facilmente em lojas de temática geek, em eventos de cultura pop, ou mesmo online.

Bebeto reagiu à referência

Em 2019, quando a Konami assumiu a manobra, o programa Esporte Espetacular foi até Bebeto para gravar uma reportagem focada no assunto, e extraiu alguns bons momentos com o ex-jogador, que se mostrou honrado com a homenagem.

O encontro rendeu até uma partida com Bebeto jogando com ele mesmo pela primeira vez, que contou com uma provável facilitada do repórter Alessandro Jodar, que foi suficiente para o tetracampeão sentir a sensação de fazer um gol sua versão lendária.

O Observatório de Games está aguardando por uma agenda do meia uruguaio para realizar uma entrevista exclusiva com o jogador.

Marx Walker , Observatório de Games.

Fonte: Observatório de Games.

sex, 26 jan 2024 01:20:35 -0300

Jogue agora!

Veja as últimas noticias!

9750

Publicidade