Descubra o sombrio mundo de Deathbound, um jogo brasileiro no estilo soulslike com elementos de survival horror

Observatório de Games.

O mercado brasileiro de games tem crescido consideravelmente nos últimos anos. Jogos independentes como “Unsighted”, “Dodgeball Academia” e “Dandy Ace” ganharam notoriedade internacional, trazendo mais atenção ao cenário nacional de jogos eletrônicos. Com esse aumento de interesse, novas obras estão ganhando espaço, e “Deathbound” é uma delas. Este jogo, desenvolvido pelo Trialforge Studio, chamou a atenção da internet ao apresentar uma classe jogável de capoeirista, embora seu universo vá muito além disso, incluindo elementos de survival horror.

A Trialforge Studio foi fundada em 2013, inicialmente chamada de Work Around Games, e recebeu seu nome atual em 2020, após seus fundadores, Ítalo Nievinski e Diogo Souza, terem concluído a faculdade. No início, a ideia era desenvolver um MMORPG, mas as dificuldades técnicas os levaram a mudar o foco para um action RPG com elementos de hack ‘n’ slash. A influência dos jogos “Dark Souls” se tornou evidente em 2017, moldando a visão do estúdio para “Deathbound”.

Deathbound” não apenas reflete a paixão do estúdio pelo gênero soulslike, mas também é fruto de um processo de aprendizado ao longo dos anos. Elementos de survival horror foram integrados ao jogo, inspirados por franquias como “Resident Evil“, “Silent Hill” e “Dead Space“. A influência de “Dark Souls” e de jogos como “Castlevania” é evidente, afetando desde o design dos níveis até as armas. Ítalo explicou que a escolha de uma câmera mais próxima do personagem durante a exploração aumenta a sensação de vulnerabilidade, um elemento crucial do terror de sobrevivência.

O mundo de “Deathbound” é sombrio e complexo, mesclando conceitos religiosos e tecnológicos. O jogo se passa em um universo onde a humanidade alcançou a imortalidade, levando a um enorme avanço tecnológico, mas onde a morte voltou a ser uma realidade. Esse retorno à mortalidade gerou um culto ligado à Igreja da Morte e uma sociedade dividida entre vida medieval e alta tecnologia. A história se aprofunda, abordando a caça pela imortalidade e as monstruosidades resultantes dos experimentos científicos. Os desenvolvedores destacam que essa narrativa é apenas a superfície de um enredo muito mais profundo.

Victor Danesi , Observatório de Games.

Fonte: Observatório de Games.

sex, 07 jun 2024 11:45:00 -0300

Jogue agora!

Veja as últimas noticias!

10401

Publicidade