Elon Musk faz previsão preocupante sobre os futuro dos empregos dentro da Tesla

Observatório de Games.

A Tesla revelou uma mudança significativa em sua equipe, planejando demitir mais de 10% de seus funcionários. Com mais de 140 mil trabalhadores globalmente, isso se traduz em mais de 14 mil pessoas perdendo seus empregos nas próximas semanas. Elon Musk, CEO da empresa, anunciou as demissões em um e-mail interno, destacando que o crescimento rápido da Tesla resultou em funções duplicadas em certas áreas.

Essas mudanças visam reduzir custos e aumentar a produtividade para preparar a empresa para sua próxima fase de crescimento. Musk reforçou sua posição nas redes sociais, afirmando a necessidade de reorganizar e revitalizar a empresa a cada cinco anos para alcançar novos patamares de crescimento. Apesar de rumores anteriores sugerirem cortes mais profundos, o número real de demissões foi menor, mas ainda substancial.

Além das demissões em massa, Drew Bagliano, vice-presidente sênior da Tesla por 18 anos, está deixando a empresa. Ele era responsável pela divisão de energia e trem de força. Rohan Patel, líder de políticas e novos negócios, também não está mais na empresa. Então muitas demissões estão para acontecer e ninguém está a “salvo”.

A Tesla, Inc. é uma empresa de tecnologia e energia sediada nos Estados Unidos, fundada em 2003 por Martin Eberhard e Marc Tarpenning. Elon Musk, JB Straubel, Ian Wright e outros se juntaram posteriormente à empresa. A Tesla é mais conhecida por sua produção de veículos elétricos, painéis solares e sistemas de armazenamento de energia.

Victor Danesi , Observatório de Games.

Fonte: Observatório de Games.

ter, 16 abr 2024 12:05:00 -0300

Jogue agora!

Veja as últimas noticias!

10209

Publicidade