Estúdio bane mais de 22 milhões de contas por trapaça em PUBG Mobile

Nesta semana, a Krafton revelou que baniu mais de 22 milhões de contas de PUBG Mobile em 2022 por um motivo bastante ‘sujo’, mas comum: trapaça. No ano passado, a empresa investiu bastante na luta contra jogadores que conseguiam vantagem competitiva ilegal durante as partidas, apostando em mudanças no Sistema Anti-Trapaça Ban Pan e no uso do Sistema Fog of War.

Além dos programas lançados para impedir os trapaceiros, o estúdio também utilizou players que se tornaram investigadores e ajudaram a detectar contas suspeitas (os famosos dedos duros). O sistema já é utilizado em outros jogos competitivos, como o Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), por exemplo.

De acordo com os dados apresentados pelo estúdio, pouco mais da metade dos banimentos foram pelo uso de programas que davam visão de raio-x aos jogadores. Depois vem os programas que permitiam os jogadores atirar melhor contra os oponentes.

E com o objetivo de reduzir o uso de trapaça no jogo, a Krafton também agiu fora do jogo, trabalhando para retirar propagandas de programas de trapaça para o battle royale. A empresa afirmou que foram mais de 263 mil dispositivos e 467 mil anúncios tirados do ar para evitar que novos jogadores acabem tendo acesso a este tipo de conteúdo.

Confira as porcentagens dos motivos que levaram ao banimentos das contas no PUBG Mobile:

  • Hacks de visão de raio-X (53%)
  • Hacks de mira automática (24%)
  • Modificação de dano de área (21%)
  • Hacks de velocidade (10%)
  • Outros motivos (5%)
Via: Filipe Carbone/Adrenaline

Karla Sthefany , Observatório de Games.

Fonte: Observatório de Games.

qua, 25 jan 2023 18:21:20 -0300




Jogue agora!

Veja as últimas noticias!

5780