Startup lança beta de aplicativo que ensina através de jogos e premia com Robux

Observatório de Games.

Muitos pais tentam encontrar maneiras eficazes de estimular o aprendizado das crianças, mesmo longe das salas de aulas. Uma das soluções para manter os pequenos engajados no ensino é a plataforma educacional Ursula, que oferece uma abordagem inovadora para os alunos estudarem de maneira divertida e interativa, sendo incentivados por recompensas como o Robux, moeda virtual do Roblox, um dos jogos mais populares da atualidade.

Conforme progridem no aplicativo da Ursula, os estudantes são recompensados com prêmios virtuais no jogo, estimulando seu engajamento e entusiasmo pelo aprendizado. “A busca por novos prêmios no game torna o estudo uma jornada emocionante e gratificante para as crianças”, afirma Pedro Lucca, fundador da Ursula.

O Censo Escolar da Educação Básica de 2022 revelou um aumento significativo no número de matrículas após o fim da pandemia de Covid-19. No último ano, o país registrou um total de 47,4 milhões de estudantes matriculados em 178,3 mil escolas de educação básica, representando um acréscimo de 714 mil alunos em comparação a 2021. O aumento de matrículas contrasta com o déficit de professores no Brasil que, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Semesp, pode chegar a 240 mil em 2040.

Para Lucca, a inteligência artificial pode ser uma aliada para preencher esta lacuna. “A inteligência artificial tem um papel fundamental no futuro da educação. Ela vai permitir que os educadores e pais otimizem a educação das crianças e os professores terão uma ferramenta valiosa para acompanharem o desempenho de seus alunos e, assim, dar atenção especial a cada um.”

A Ursula utiliza inteligência artificial para oferecer uma experiência de aprendizado única. Por meio do aplicativo, os alunos têm a oportunidade de entrevistar figuras históricas, como personalidades dos séculos XVI ou XVIII, para aprofundar seus conhecimentos em história.

Entre elas, estão Júlio César, Marco Aurélio, imperador filósofo, e Otavio Augusto, primeiro imperador romano. Essa abordagem, explica Lucca, tem como objetivo aproximar as crianças e jovens do conhecimento, permitindo que eles incorporem as informações de forma mais fácil e significativa, utilizando contextos e repertórios familiares.

“Acreditamos que a educação personalizada é essencial para o desenvolvimento das habilidades individuais dos alunos. Por isso, a Ursula foi projetada para se conectar diretamente à Base Nacional Comum Curricular (BNCC), seguindo as diretrizes estabelecidas pelo material didático do Estado de São Paulo.

“Estamos comprometidos em fornecer aos alunos uma experiência de aprendizado envolvente, com conteúdos alinhados às diretrizes curriculares e que estimulem seu crescimento intelectual e criativo”, diz o fundador do aplicativo

A Ursula combina ferramentas de diagnóstico com trilhas de ensino personalizadas e um tutor virtual adaptativo, utilizando a IAl para facilitar o aprendizado das crianças. A interatividade, diversão e personalização são os pilares da abordagem educacional da plataforma, garantindo uma experiência de aprendizado envolvente e significativa.

A partir dos próximos meses, a Ursula planeja expandir sua oferta para incluir o ensino de matemática e, gradativamente, de outras disciplinas.

Sobre a Ursula:

A Ursula é uma plataforma que usa inteligência artificial para facilitar o aprendizado de crianças. A plataforma combina lições personalizadas com personagens familiares e um tutor virtual adaptativo para uma jornada educacional mais imersiva e eficaz. Saiba mais: https://www.ursula.ai/

Redação , Observatório de Games.

Fonte: Observatório de Games.

sex, 01 set 2023 20:07:00 -0300

Publicidade

Jogue agora!

Veja as últimas noticias!

10466

Publicidade